Destinos turisticos: o que é preciso considerar

Ao planejar um destino turístico ou rota turística no espaço rural e natural é preciso levar em consideração os fatores condicionantes e de competitividade que caracterizam um determinado destino turístico, não aplicando a este, receitas genéricas, mas sim adaptadas à realidade de cada caso (principio locacional).

Com relação à expectativa turística ambiental dos consumidores Atendera expectativa ambiental da demanda para os produtos turísticos do turismo rural é de grande relevância e, para tanto, devem ser desenvolvidos projetos de qualidade em destinos turísticos e/ou rotas turísticas.

A criação e a aplicação de instrumentos que permitem assegurar um nível de qualidade turística e ambiental devem ser perseguidas continuamente. O uso de processos de certificação de qualidade, entre outros, potencializa a imagem desses destinos turísticos.

Quanto aos empreendedores do turismo no espaço rural Devem ser características do empreendedor do turismo rural: conhecer profundamente as interfaces do turismo; ter a coragem de romper barreiras; ser experimentalista; adotar a revolução do eco industrial como arma competitiva e utilizar o marketing da emoção.

Além dessas características, dois aspectos devem ser perseguidos pelo empreendedor do turismo no espaço rural e natural: a profissionalização e a qualidade dos produtos e serviços. 

Profissionalização

É necessário realizar um enorme esforço para incrementar a profissionalização turística dos empreendedores de turismo no espaço rural e natural, objetivando aumentar a sua capacidade de competitividade.

Nesse sentido é preciso considerar que os empreendedores do turismo rural são pessoas que antes se dedicavam a outras atividades (produção rural) e que, a partir de determinado momento, passaram a exercer uma atividade totalmente desconhecida. Da mesma forma, o corpo de empregados, de modo geral, não possui nenhuma base de conhecimento da atividade turística. 

Deixe uma resposta